TECNOLOGIA

Banco digital de pequenos negócios Cora recebe US$ 151 milhões em cinco meses

A fintech Cora conseguiu nesta terça-feira (24) um novo aporte de investimentos (tipo Série B) no valor de US$ 116 milhões (R$ 610 milhões), apenas cinco meses depois de outro aporte (Série A) no valor de US$ 26,7 milhões (R$ 140,9 milhões).

Somando-se os dois aportes recentes e uma rodada de risco de junho, onde obteve US$ 9 milhões (R$ 47,5 milhões), a companhia conseguiu levantar US$ 151,7 milhões (R$ 800,7 milhões) em menos de um semestre.

A solução da startup é um banco digital para pequenas e médias empresas, com um aplicativo que abre contas PJ (pessoa jurídica) rapidamente e de forma gratuita, além de trazer recursos como emissão de boletos gratuitos e ilimitados, projeção do fluxo de caixa, pagamento de contas e impostos e acesso múltiplo para sócios.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Conta digital da Cora (Imagem: Divulgação/Cora)

O dinheiro do último aporte, segundo o site Pequenas Empresas Grandes Negócios, servirá para aumentar a oferta de produtos da startup, com prioridade para a concessão de crédito às empresas. A Cora tem atualmente 130 mil clientes e projeta ter 380 mil até o fim deste ano. Seu número de funcionários também deve crescer, dos 178 atuais para 500 no ano que vem.

A nova rodada de investimentos da Cora foi antecipada — seria no ano que vem — e foi liderada pelo fundo norte-americano Greenoaks Capital, com a participação de Ribbit Capital, Kaszek Ventures, QED Investors, Tiger e Tencent. Os dois últimos são novos investidores da startup.

A nova grana surpreendeu até mesmo Igor Senra, fundador e CEO da Cora. Para ele, a justificativa para isso seria a meta de clientes de 2021 da empresa já ter sido batida. “Agora, dobramos a expectativa. (..) Disseram que não deveríamos nos preocupar com dinheiro tão cedo, porque há capital para operarmos com liberdade para ousar. O dinheiro é um colchão”, disse ao site.

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

VEJA MATÉRIA ORIGINAL

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo