TECNOLOGIA

Open Banking: segunda fase começa nesta sexta-feira (13)

Após ser adiada no mês passado, a segunda fase do Open Banking entra em vigor nesta sexta-feira (13), possibilitando o compartilhamento de dados entre as instituições financeiras, desde que o cliente permita. Com a nova etapa, os usuários devem ter cuidado redobrado em relação às tentativas de golpes, conforme alerta a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Segundo a entidade, a estreia da fase dois em uma sexta-feira 13, data geralmente associada à disseminação de vírus, ocorrência de fraudes e ataques cibernéticos, requer muita atenção. O maior risco está na abordagem do cliente que o banco precisa fazer, ao solicitar a autorização para compartilhar seu histórico financeiro.

O contato deverá ser feito por meio dos canais de atendimento com os quais o usuário já possui algum relacionamento. Essa comunicação não acontecerá via SMS, por exemplo, de acordo com o diretor executivo de Inovação, Produtos e Serviços da Febraban Leandro Vilain.

Clientes bancários devem tomar cuidado com mensagens falsas enviadas por golpistas.Clientes bancários devem tomar cuidado com mensagens falsas enviadas por golpistas.Fonte:  Freepik

Ele afirma que a solicitação de concessão de compartilhamento de informações por mensagem de texto pode ser falsa e conter links que levem à páginas fraudulentas, colocando o cliente bancário em risco. Vilain também recomenda não clicar em links enviados por e-mail de remetente desconhecido.

Autorizações serão válidas por até 12 meses

As autorizações para o compartilhamento de dados concedidas pelos clientes nesta segunda fase do open banking terão prazo de até 12 meses. A troca de informações é encerrada depois do fim do período estipulado, mas os bancos poderão mantê-las por cinco anos, caso elas tenham sido usadas para subsidiar transações.

Na próxima etapa de implantação do sistema, programada para 30 de agosto, será autorizado pagar contas e realizar outras transações fora do ambiente do seu banco, em um app intermediário, incluindo os pagamentos via PIX.

Já na quarta fase, que entra em vigor no dia 15 de dezembro, dados sobre conta-salário, investimentos, seguros e previdência poderão ser compartilhados.

VEJA MATÉRIA ORIGINAL

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo